Quando o Marvel Studios divulgou que a continuação do segundo filme do Capitão América seria sobre a história da Guerra Civil, baseada nos quadrinhos, muitos ficaram sabendo que haveria uma guerra entre heróis nos cinemas, Capitão América e seus aliados contra o Homem de Ferro e seu time. Haveria uma divisão nos Vingadores e muitos fãs ficaram divididos entre quem apoiar.

E esse grandioso filme, lançado neste ano, nos fez pensar: CRISTÃOS PODEM BRIGAR?

Pois os dois lados da Guerra Civil sempre lutaram juntos pelo bem da humanidade e já salvaram a Terra várias vezes na ficção! Porém agora os heróis lutariam entre si? E nós cristãos, que também desejamos o bem e o amor de Cristo para todos, podemos brigar?

Você sabia que na Bíblia temos uma passagem em que dois grandes Heróis da Fé também brigaram? É verdade! Em Gálatas 2.11 encontramos esse episódio! Veja:

Quando, porém, Pedro veio a Antioquia, enfrentei-o face a face, por sua atitude condenável.”

Quem escreveu esse versículo foi Paulo, que enfrentou Pedro, em frente a muitos da igreja, que estavam ali reunidos. Então temos aqui um episódio que aconteceu literalmente uma briga entre dois cristãos e heróis da fé.

Nesse capítulo Paulo justifica sua ação devida a atitude de Pedro ao sentar-se com os judeus e deixar os gentios de lado. Paulo afirma que Pedro está sendo hipócrita ao priveligiar os judeus e menosprezar os não judeus, com os quais ele estava antes.

A questão é que podem surgir situações em que cristãos tenham divergências e acabem brigando, como aconteceu com Paulo e Pedro.

Porém como todos nós temos o mesmo Senhor, a mesma fé, e o mesmo propósito, que é levar a salvação de Cristo a todos, devemos tomar cuidado com situações que podemos discordar.

Andar em amor e sabedoria nos dará suporte para sabermos como reagir em casos de diferenças, e não brigar com nosso irmão. Precisamos levar a paz e o amor de Jesus para as pessoas e conviver em comunhão um com o outro.

Quanto à “Guerra Civil” de Paulo e Pedro foi logo resolvida com perdão de quem vive no amor de Cristo e prega o mesmo Evangelho.

Gostou? Comente! Compartilhe! Sua opinião é muito importante para nós!

Grande Abraço,

Roberto Rothenberger Filho